Eu sei.

No fundo a gente sempre sabe. A gente sabe que precisa sentir pra saber.

Eu sei que o fogo queima. Passei margarina na pele avermelhada.

Eu sei que tenho que acordar as 6:30h para não me atrasar. Dormi mais 5 minutos.

Eu sei que o dinheiro não nasce em árvore. Tenho a bota que estava na vitrine.

Eu sei que sair com o cabelo molhado no frio pode me deixar resfriada. Usei todos os lencinhos de papel.

Eu sei que comer muita porcaria me deixa com dor de barriga. Acabei com a caixa de bis sozinha.

Eu sei que eu não sei andar de skate. Senti a dor da cicatriz no joelho.

Eu sei que céu nublado é sinal de chuva. Cheguei encharcada em casa.

Eu sei que o limite de velocidade é 60 km/h. Paguei a multa.

Eu sei que a secadora encolhe a calça. Fingi que era barra italiana.

Eu sei que não se deve coçar a catapora. Tenho várias marquinhas no rosto.

Eu sei que não se conta segredos. Ela não fala mais comigo.

Eu sei que não devo te ligar mais. Seu telefone está tocando.

DEIXE UM COMENTÁRIO