Margaret Thatcher

raspas de Thatcher

Ser poderosa é como ser uma dama. Se você tem que dizer aos outros que é, você não é.

Estamos em 1943. A pequena e obstinada Margaret acaba de conseguir uma bolsa em Oxford. Não é pra menos. Sempre foi um uma aluna irrepreensível, dessas de encher os olhos de quaisquer pais corujas. De 18 anos pra cá, construiu um currículo escolar exemplar e alcançou o honroso título de nerd sendo uma ativa representante estudantil. Mas não se engane! Participou também de muitas atividades extracurriculares como hockey, natação, piano e recitais de poesia. Ela não sabe ainda, mas antes de se formar em Química no ano de 1947, ela será Presidente da Associação Conservadora de Oxford, revelando o mais forte de seus traços.

Um líder é alguém que sabe o que quer alcançar e consegue comunicá-lo.

Margaret Hilda Roberts, detentora de aspirações poíticas claras, formou-se e logo envolveu-se com o Partido Conservador onde conseguiu apoio para ser indicada como candidata. Conheceu um alto executivo da indústria petrolífera durante o jantar de sua aceitação ao partido. Tornou-se, quatro anos depois, a sra. Margaret Thatcher.

Thatcher foi a primeira mulher a ocupar o cargo de primeiro-ministro do Reino Unido e assim ficou durante onze anos. Rigidez e inflexibilidade foram caracterísitcas marcantes de seu governo, o que gerou consequências extremas para as nações sob seu poder. Redução da inflação, aumento dobrado da inflação, diminuição da produção industrial, aumento do desemprego, quebras de empresas e bancos, quase abolição do salário mínimo, recessão, afastamento da União Soviética, interevenção enérgica e vitória na Guerra das Malvinas, conflitos sociais internos, duas reeleições até a sua demissão forçada pela resistência popular. Em 1984 sobreviveu a um atentado a bomba que, somada a sua notória austeridade, lhe renderam o apelido de “Dama de Ferro” ou “Homem forte do Reino Unido”.

Ganhou um lugar na Câmara dos Lordes em 1992 e em 2000 foi diagnosticada com demência. Seus médicos a aconselharam desde então a não falar mais em público.

Observe seus pensamentos, pois eles se transformam em palavras. Observe suas palavras, pois elas se transformam em ações. Observe suas ações, pois elas se transformam em hábitos. Observe seus hábitos, pois eles se transformam em caráter. Observe seu caráter, pois ele se transformará no seu destino.

Mais de Thatcher no raspas! – https://www.raspas.com.br/pensadores/214

texto publicado originalmente no Le Duê blog

Daiane Bugatti

07 Abr 14
Sempre aprendendo com as "raspas"!

Marcos Korody

09 Abr 14
eheh obrigado por ler os meus textos Daiane! Acho que temos muito a aprender com as histórias de vidas dessas pessoas incríveis! : P
DEIXE UM COMENTÁRIO