Alessandro Zanardi

raspas de Zanardi

Você não tem ideia da quantidade de vezes que eu caí dando passos ridiculamente pequenos.

Estamos na Alemanha, autódromo de EuroSpeedway Lausitz, Fórmula Indy 2001. O carro do piloto italiano Alessandro Zanardi é partido ao meio num grave acidente. E suas pernas, também.

Estou aberto às oportunidades. Disposto para qualquer desafio.

O corpo do piloto está desmantelado. Seu espírito, não. Zanardi volta ao volante na primeira oportunidade que lhe aparece e logo, às pistas. Em 2005 está correndo novamente, agora na catergoria WTCC. Assim fica até 2009, conquistando quatro vitórias no período.

Parecia uma estupidez desistir de tudo que eu havia conquistado. Mas não foi a primeira maluquisse que eu fiz na vida. E eu estava certo. Se você enxerga um horizonte para seus objetivos, a felicidade está logo ali te esperando.

Em 2009, com 42 anos de idade, Alessandro larga o veículo motorizado para assumir um veículo movido pela sua inquebrantável força e determinação. Bicicleta movida com os braços, ou handcycling. E ele não estava brincando.

Alessandro Zanardi, ex-piloto de F1. Ex-piloto de Indy CART onde obteve o bicampeonato e também onde sofreu um grave acidente que lhe obrigou a amputar as duas pernas.

Em 2010, Zanardi ganhou a Maratona paralímpica de Roma, na categoria handcycling, terminando a prova dois minutos mais rápido que o segundo lugar. Nos Jogos paralímpicos de Londres, conquistou a medalha de ouro na prova de contrarrelógio de handcycling, quebrando o recorde da prova que pertencia a ele mesmo.

É fantástico viver esta experiência aos 45.

Escreva legenda opcional aqui

Os Jogos Paralímpicos de Londres estão repletos de histórias de superação como esta. Assistam e inspirem-se com a garra destes atletas.

Mais de Zanardi no raspas! – https://www.raspas.com.br/pensadores/490

texto publicado originalmente no Le Duê blog

DEIXE UM COMENTÁRIO