Horóscopo está mais fácil de entender do que eu mesma.

A luta pela descoberta própria

Sempre achei que cabeleireiro é o maior e o pior centro de terapia universal, e foi com a cabeça repleta de papéis alumínios e tinta que captei os maiores problemas femininos em relacionamentos. Acho muito engraçado que até hoje as pessoas falam: Eu não preciso de terapia, já sou bem resolvida, e chega para uma manicure e só falta falar o seu ascendente no horóscopo pra ver se ela, que provavelmente já não aguenta mais, resolve seus problemas no amor.

Uma mulher, lá entre seus cinquenta anos, me disse que concorda com a Luciana Gimenez da revista GQ, que não acredita em fidelidade. Provavelmente a resposta que ela esperava, era de consolo, pois todas concordaram e falaram que homens são neandertais e controlados por seus instintos. Talvez minha resposta possa fazer com que eu não tenha mais horários disponíveis neste salão, por fazer as clientes pensativas demais. O que eu disse para essa mulher que me parecia resolvida, e extremamente bem cuidada, foi: Acho que costumamos escolher caras iguais em nossa vida e ainda reclamar disso.

Para não achar que estou criticando as mulheres e defendendo os homens vou explicar melhor com situações de minha vida. Sempre escolhi homens que me viam como um ser misterioso, cheia de arte, sentimentos fortes e confusos, e achava incrível no começo pois adorava o fato de não ser compreendida. Resumidamente, eles não me entendiam. Depois de um tempo ficava frustrada, e como essa mulher desiludida no amor. Foi há pouco tempo que resolvi querer ser entendida, e para isso minhas queridas há um problema maior, entendermos nós mesmas. O real fato de adorar não ser entendida, foi por eu não entender eu mesma. O que eu espero de um homem vinha sempre depois do que eu esperava de mim. Por isso que esse papo de achar sua metade me irrita tanto. Meio mais meio dá um, e uma pessoa só não é um relacionamento, é um desastre amoroso. E ai obviamente que você não acredita em fidelidade, porque se a soma está dando um, o homem vai procurar mais um, ou outros “meios” fora de casa.

Cada vez mais mulheres gastam dinheiro para arrumar o cabelo, comprar roupas belíssimas, não deixar a unha lascada, mas que tal gastarmos tempo para nos conhecer? Tive sim, um homem na minha vida que me entendeu profundamente, e foi tão desesperador achar alguém que enxergasse meu interior, que eu acabei destruindo meu interior para ver se ele ficava confuso sobre quem eu realmente sou. Ele não parou de ver meu eu verdadeiro, porque ele já se entendia, só entendeu que eu ainda estava na fase de ignorância própria e cansou. Como não era uma cara pela metade, não foi procurar outras, terminou e foi achar alguém que é inteira.

O maior problema não são os homens, somos todos nós. Ninguém quer realmente se conhecer, porque depois, você enxerga padrões absurdos que criara na sua vida e de pertinho vê seus defeitos e tem de aprender a lidar com maturidade. E de maturidade já basta ter que pagar suas contas e trabalhar né? O processo de se entender, aprender a ficar sozinha, não se jogar no primeiro cara interessante que te admira é doloroso. Mas depois a vida fica tão mais fácil. Não vou te enganar caro leitor, não me entendi por inteiro, acho que isso demora uma vida para acontecer.

Como as pessoas falam: Cada vez que eu vejo esse filme eu entendo uma coisa diferente. Isso é porque você está em uma fase diferente, ou seja o processo de se entender é constante. Tantas mulheres falam: Se for me trair que pelo menos seja bem feito e eu não fique sabendo. Se entenda o máximo que puder e se ame antes de mais nada, que com certeza vai achar alguém que te ame por inteiro, e tudo estará sendo bem feito.

DEIXE UM COMENTÁRIO